Educação, Cultura e Diversidade

Coordenação:

Prof. Dr. Adriano Dantas de Oliveira (CECULT/UFRB)
Prof. Dra. Tatiana Polliana Pinto de Lima (CECULT/UFRB)
Prof. Dr. Eniel do Espírito Santo (CECULT/UFRB)

Ementa:

O Simpósio Temático "Educação, Cultura e Diversidade" tem como objetivo estabelecer um espaço de diálogo e redes de interação considerando a cultura e a diversidade inerente à formação histórica e social brasileiras como elemento fundamental nas práticas relacionadas à educação.
Desse modo, a partir da premissa de que a educação, em seus mais diversos âmbitos, possui em sua constituição a diversidade no que tange a aspectos de etnia, de cultura, de religião, de gênero, de ideologia etc, buscar-se-á discutir e refletir de que forma esses aspectos estão presentes, ausentes e, até mesmo, apagados ou suprimidos na educação. Essa perspectiva de abordagem à diversidade na educação considerará ainda como os fatores citados se conformam no âmbito legal e das políticas públicas, no currículo, nos conteúdos das disciplinas, na escolha das disciplinas, nas competências e habilidades priorizadas, na escolha de autores e textos de uma determinada matriz discursiva ou não.
Dessa perspectiva de abordagem emergem problemáticas que devem ser levadas em conta no fazer educação. O simpósio em referência, nesse sentido, irá trazer para um espaço de formação pedagógica, de pesquisa e discussão essas questões como algo a ser compreendido a fim de que os atores envolvidos na educação (docentes, agentes escolares, secretários, gestores, coordenadores, pesquisadores etc.) possam em sua práxis educativa e social perceber a educação como lugar da diversidade por sua própria essência, tendo em vista ser um fenômeno humano e social. Ressalte-se ainda a necessidade de se compreender a educação também como lugar de uma hegemonia imposta histórica, cultural e socialmente por fatores econômicos, políticos e sobretudo pelas relações de poder.
Discutir tais aspectos presentes na educação no século XXI mostra-se urgente, haja vista a educação como prática de manutenção e de estruturação das relações de poder, de hegemonia de grupos e exclusão de outros, de perpetuação de ideologias e de lugar de tensões em variados âmbitos. Citemos, como exemplo disso, o acalorado debate sobre "escola sem partido", a suposta "ideologia de gênero", a lei 11645/08 que inclui no currículo a obrigatoriedade da temática da história e da cultura afro-brasileira e indígena.
Buscar-se-á, dessa forma, compreender a educação como o lugar da diversidade por excelência e de que forma esse lugar tem sido constituído desconsiderando-se essa diversidade e, sobretudo, quais são os fatores determinantes para essa constituição.
Dessa forma, neste Simpósio serão aceitos trabalhos que tenham aderência à proposta temática e aos objetivos em referência, abordando questões relativas à práxis didático-pedagógica, currículo, política públicas educacionais, avaliação, gestão educacional, planejamento, abordagens ao processo ensino-aprendizagem, entre outros temas relacionados à educação e seus respectivos contextos. Poderão submeter trabalhos pesquisadores graduados, pós-graduados ou pós-graduandos em âmbito de especialização, mestrado ou doutorado.

Todos os Items

Nada foi publicado nesta categoria ainda.