Estudos e Práticas em Gestão e Políticas Culturais

Coordenação:

Prof. Dra. Sophia Cardoso Rocha (CULT/UFBA)
Prof. Dra. Maria Laura Bezerra Lindner (CECULT/UFRB)
Prof. Dra. Alice Lacerda Pires (FTC/UFBA)

Ementa:

A área da cultura passou a ocupar um outro patamar no âmbito das políticas públicas a partir dos anos 60, quando diversos países, impulsionados em boa medida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), passaram a empreender esforços no sentido de organizar e investir no desenvolvimento de ações dirigidos ao setor. De lá para cá, junto à implementação de políticas culturais por parte de instituições públicas e/ou privadas, estudos e pesquisas vem sendo promovidos para refletir sobre as políticas públicas de cultura sob as mais diversas óticas. Assim, apesar de ser um campo recente de reflexões, há um interessante movimento que se intensificou nas últimas décadas em torno das políticas culturais e seus desdobramentos.
No Brasil, tal movimento pode ser observado por meio da criação de cursos de graduação, pós-graduação, grupos de pesquisas e realização de eventos dedicados à área. No caso específico da Bahia, tal movimento se tornou ainda mais expressivo com a criação do curso de graduação em Produção em Comunicação e Cultura, ofertado pela Faculdade de Comunicação da UFBA desde meados da década de 90; pelo curso de Pós-Graduação a nível de mestrado e doutorado do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (IHAC/UFBA); pelas atividades desenvolvidas no Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT/UFBA), responsável pela realização do Encontro de Estudo Multidisciplinares em Cultura (ENECULT); pela criação do Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (CECULT/UFRB), instituído nos anos 2000; dentre outras iniciativas que fortaleceram a área dos estudos e pesquisas dedicadas à cultura no Estado.
No bojo desse movimento, o II Encontro Internacional de Cultura, Linguagens e Tecnologias do Recôncavo (II ENICECULT) se apresenta como um importante espaço de debate e reflexão que reúne estudantes, professores e pesquisadores brasileiros e de outros países, configurando-se como uma oportunidade ímpar para a área dos estudos sobre as políticas culturais.
Nesse sentido, o grupo de trabalho em Estudos e Práticas em Políticas Culturais aqui proposto visa estimular o debate e o intercâmbio de conhecimento sobre estudos e práticas de políticas culturais, incentivando a produção de pesquisas e estudos sobre o tema.
Para tanto, o Simpósio pretende reunir trabalhos que abordem variadas dimensões relacionadas às políticas culturais, a exemplo de: conceitos e noções utilizadas; atores envolvidos; etapas do desenvolvimento (formulação, execução, avaliação etc.); recursos acionados (humanos, materiais, financeiros etc.); públicos pretendidos; circuitos da cultura envolvidos (criação, difusão, circulação, cooperação, reflexão, preservação, recepção, produção e gestão). Também serão acolhidos trabalhos correlatos com a área das políticas culturais, tais como: gestão cultural; cultura e política; direitos culturais, cidadania e participação; economia da cultura; cooperação regional e internacional.
Os trabalhos podem ter enfoques teórico-conceituais e/ou de análises de circunstâncias empíricas; podem se debruçar sobre esferas internacionais, nacionais, regionais, estaduais, territoriais, municipais e/ou locais; podem investigar políticas culturais gerais, setoriais e/ou transversais.
Dessa forma, neste Simpósio serão aceitos trabalhos que tenham aderência à proposta temática e aos objetivos em referência. Poderão submeter trabalhos pesquisadores graduados, pós-graduados ou pós-graduandos em âmbito de especialização, mestrado ou doutorado.

Todos os Items

Nada foi publicado nesta categoria ainda.